Opinião

Nota sobre a ação da Prefeitura de Joinville em relação aos moradores em situação de rua

No dia 18 de setembro a prefeitura de Joinville realizou uma ação arbitrária e higienista com a retirada forçada de pessoas que ficavam sob a marquise no Centro da cidade. Considerando a falta absoluta de políticas públicas para esta população; Considerando a maneira com que a ação aconteceu de, inclusive retirada de pertences das pessoas; Considerando o grande déficit de moradias e falta de albergue [more]

Não ao Marco Temporal

Por Lizandra Carpes É possível que nos últimos dias algumas pessoas tenham ouvido falar seja nas redes sociais ou na televisão sobre “O Marco Temporal” para definir demarcações de terras para os povos originários indígenas. Mas, o que é o Marco Temporal e o que significa de fato a terra para os povos originários que citei? Primeiro é necessário relembrar que quando os portugueses chegaram ao Brasil já [more]

MORADORES DO ULYSSES GUIMARÃES RECLAMAM DA VIOLÊNCIA POLICIAL NO BAIRRO

Ações foram intensificadas após assassinato de policial militar em Joinville. Moradores relatam agressões físicas, verbais e ameaças por Adrieli Evarini “Em três minutos, a minha vida mudou”. A afirmação é de um adolescente que, aos 16 anos, teve a mandíbula deslocada, um dente e o nariz quebrados e que passou por cirurgia para correções faciais e colocação de uma placa para restauração de um osso [more]

III Conferência Municipal dos DIREITOS das MULHERES

Acesse os links abaixo: Inscrição - até 15/09/17 www.joinville.sc.gov.br/eventos/inscricao-iii-conferencia-municipal-dos-direitos-das-mulheres/ Conferência - dias 22 e 23/09/17 www.joinville.sc.gov.br/eventos/iii-conferencia-municipal-dos-direitos-das-mulheres/ Documentação [more]

Moção de Apoio à Interdição do Presídio Regional de Joinville

O Centro dos Direitos Humanos de Joinville (CDH) manifesta seu apoio à decisão do Juiz Corregedor, Dr. João Marcos Buch que, em 26/06/2017, determinou a interdição total do Presídio Regional de Joinville (PRJ). O CDH, como membro do Conselho Carcerário de Joinville (CCJ) acompanha a situação da referida unidade prisional e reafirma quão graves são as violações que ocorrem naquele espaço, violações estas, [more]

Estudantes refletem sobre intolerância religiosa - Projeto Mil Razões Para Viver

No dia 06 deste mês o projeto: “Mil Razões Para Viver”, que acontece na Escola Tufi Dippe, trouxe a discussão sobre a intolerância religiosa. Os temas das discussões do projeto são sempre levantados pelos estudantes. A iniciativa destes trabalhos são do Centro Dom Helder de Acolhida e Capacitação de Jovens (CDHE) e do Centro dos Direitos Humanos (CDH). O encontro iniciou com uma dinâmica relacionando [more]

Encerramento da SOUC em Joinville

Encerrou mais uma Semana de Oração Pela Unidade Cristã (SOUC 2017). Foram muitas as celebrações que fizeram o pedido da unidade entre as denominações e respeito as diversas manifestações de fé. Ontem (04), na Paróquia São Mateus da Igreja de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), foi marcado o encerramento com uma celebração entre Luteranos e Católicos com a participação da Comissão Ecumênica de [more]

Abertura da SOUC em Joinville - Ecumenismo

  Aconteceu ontem (28) na Paróquia Nossa Senhora da Imaculada Conceição, em Joinville a celebração de abertura da Semana de Oração pela Unidade Cristã (SOUC 2017). Católicos e Luteranos fizeram a vivência da unidade rezando o tema, “Reconciliação: é o amor de Deus que nos move” (2 Cor 5.14-20). Em Joinville a SOUC é promovida pela Comissão Ecumênica que realiza o seminário de preparação [more]

SOUC 2017

Começam as articulações para a vivência da Semana de Oração Pela Unidade Cristã – SOUC 2017, em Joinville. Ontem (18) foi realizado um seminário de repasse do tema: Reconciliação. O encontro foi organizado pela Comissão Ecumênica de Joinville e o material utilizado foi o texto base produzido na Alemanha e adequado para o Brasil pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic). Além de trazer o texto [more]


Notícias

Promovida pela PFDC, atividade busca a construção de um plano nacional de monitoramento, com ampla participação da sociedade civil.
Manga – Tráfico ilícito de drogas · Governo de Minas Gerais lança aplicativo que garante mais segurança nas estradas. →. Você pode gostar também. Mulher presa não pode estar algemada durante o período do parto. abril 20, 2017 Admin 0 · Corpo de Teori está no IML de Angra dos Reis · janeiro 20 ...
Nesta segunda-feira, 19, a ministra dos Direitos Humanos Luislinda Valois, entregou o cargo ao presidente Michel Temer. A ministra estava no comando da pasta desde fevereiro do ano passado, quando foi recriada por Temer.
Nesse bojo, Temer acaba com o já quase acabado Ministério dos Direitos Humanos. Vem aí o Ministério da Segurança. A bolsonarização do Governo Temer é eleitoreira. Direitos Humanos passa a ser assunto da Segurança. Inclusão? Enfrentamento às desigualdades? Combate à fome? Saúde ...
Conhecida por protagonizar o polêmico pedido de acúmulo de aposentadoria com o salário de ministra, Luislinda Valois não está mais à frente no Ministério dos Direitos Humanos. Agora, quem vai assumir a pasta é Gustavo Rocha, subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil. Ele vai acumular os ...
Informa o portal Congresso em Foco: "O Conselho Nacional de Direitos Humanos classificou como uma “licença para matar” a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Em nota divulgada na tarde desta segunda-feira (19), o colegiado afirma que a medida “aprofunda a ruptura com ...
Fundado em 2009, o Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante (CDHIC) é uma organização da sociedade civil que tem como objetivo promover, organizar, realizar e articular ações que visem à construção de uma política migratória respeitosa dos direitos humanos de imigrantes e ...
Nessa segunda-feira, com as atenções voltadas para o grande volume de notícias sobre a intervenção federal na segurança pública do Rio, o Palácio do Planalto decidiu agradecer a participação no governo da ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois. Em seu lugar, assumirá como interino ...
A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, entregou o cargo nesta segunda-feira (19) ao presidente Michel Temer. A informação foi confirmada pelo Palácio do Planalto, que ainda não informou o motivo da demissão. Leia também: Não há padrinhos na Casa Grande · A farsa referendada na ...
A ministra Luislinda Valois, da pasta dos Direitos Humanos, deixou o cargo na última segunda-feira, 19. O subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Gustavo do Vale Rocha, vai assumir interinamente o comando do Ministério, acumulando as funções. Os motivos que levaram Luislinda a deixar o ...

Agenda



O CDH

O Centro de Direitos Humanos Maria da Graça Braz (CDHMGB) é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, de utilidade pública, que tem por objetivo promover, difundir e garantir os Direitos Humanos Civis, Políticos, Econômicos, Sociais, Culturais, à Paz e ao Desenvolvimento. Para tanto observa os princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos e a Carta de princípios do Movimento Nacional dos Direitos Humanos – MNDH, instituição à qual é filiado.

Saiba mais»


Vídeo: Campanha dos Defensores de Direitos Humanos lançada no encontro nacional do MNDH

 

“O problema fundamental em relação aos direitos do homem, hoje, não é tanto o de justificá-los, mas o de protegê-los. Trata-se de um problema não filosófico, mas político.” Norberto Bobbio, filósofo, político, jurista italiano, 1909-2004

Agenda

agenda

Facebook