Opinião

RELATÓRIO: Mortes violentas

Leia o relatório na íntegra:

Hoje (13), este documento será apresentado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC): Essa etapa de monitoramento relata sua análise dos fatos publicados por reportagens colaborativas produzidas por mídias independentes da Capital, que denunciaram a morte de doze jovens pela polícia militar na comunidade do Morro do Mocotó.

O projeto requer a instauração, pela ALESC, de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para efetuar a investigação das condições das mortes de adolescentes e jovens moradores das periferias do estado por agentes de segurança pública.

A partir do projeto “Direitos Humanos em Ação” (DH em Ação), coordenado pela Articulação para o Monitoramento dos Direitos Humanos no Brasil (AMDH) em parceria com o Centro de Direitos Humanos Maria da Graça Bráz (CDHMGB) e com o apoio de entidades filiadas ao Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH) no Estado de Santa Catarina, realizou-se a sistematização do relatório “Mortes violentas decorrentes da ação policial contra a juventude da Periferia no estado de Santa Catarina”, com o objeto de analisar denúncias de mortes decorrentes de intervenção policial em operações nas periferias.

Nota de Repúdio

O Movimento Nacional dos Direitos Humanos em Santa Catarina (MNDH-SC), através de suas filiadas, emite esta Nota repudiando a conduta das forças policiais no que concerne às comunidades indígenas da região de José Boiteux. Leia na integra.

Segunda Oficina do Projeto Sementes de Proteção

Joinville, 01 de agosto  de 2023.

Caros/as Defensor/as de Direitos Humanos

As organizações que implementam o Projeto Sementes de Proteção à Defensores/as de Direitos Humanos no Estado de Santa Catarina, particularmente a Organização Referencial no Território, o Centro dos Direitos Humanos de Joinville (CDH) agradecem imensamente por poder contar com a Vossa presença na Segunda Oficina Formativa Estadual sobre Proteção Popular de Defensores/as de Direitos Humanos.

A Oficina acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de agosto de 2023, observando que dia 25 a partir das 18h00 será noite de estudos on line. A atividade presencial iniciará no dia 26, das 8h30 às 21h30 e 27 das 8h30 às 17h00. O detalhamento da programação, cujo início é as 18h00 do dia 25 e o encerramento é às 17h00 do dia 27 de agosto, será encaminhada em breve para as pessoas inscritas. (Link de inscrição). Sua inscrição confirma sua presença e a ficha estará disponível até o dia 23 de agosto.

OBSERVAÇÃO: A PROGRAMAÇÃO, ORIENTAÇÕES E MATERIAIS DE SUBSÍDIO SERÃO ENCAMINHADOS VIA E-MAIL, A PARTIR DO DIA 07/08/2023. AS VAGAS SÃO LIMITADAS (40 PESSOAS), ENTÃO GARANTA A SUA INSCRIÇÃO.


Nos colocamos à disposição para esclarecimentos pelo contato  no telefone/whatsapp: (47) 99172-8881 (com Lisete).

e-mail: cdhdigital10@gmail.com

Inscrições: https://forms.gle/RrEeQ3eF41wkc3W89

Renovando a mais alta estima e reconhecimento.

Atenciosamente

Cynthia Pinto da Luz

Representante da ORT

Projeto Sementes de Proteção

PROMOTORES NACIONAIS

Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH), Associação Brasileira de Organizações Não-Governamentais (Abong), We World GVC Onlus, Movimento Nacional de Diretos Humanos (MNDH Brasil), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT), Articulação para o Monitoramento dos Direitos Humanos (AMDH) e Conselho Indigenista Missionário (CIMI)

PROMOTORES ESTADUAIS

Centro dos Direitos Humanos de Joinville

MNDH/SC

Agenda

agenda

Facebook